Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Industrial

Importância da manutenção preditiva para a indústria

 09 de março

A indústria é uma atividade produtiva que bem poderia ser chamada de uma das incubadoras da manutenção preditiva. Desde meados do século passado, estudos sobre Análise de Vibrações e outros ficaram famosos ao comprovar o retorno quanto a maior confiabilidade com redução de custos pela manutenção preditiva na indústria numa área que, predominantemente, aplicava apenas a manutenção preventiva periódica e a corretiva.

Em todos os demais setores, cresceram as pressões da sociedade em torno da sustentabilidade ambiental. Com a expansão da globalização, aumentaram também as exigências por qualidade nos produtos e nos processos fabris.

A manutenção preditiva na indústria firmou-se, então, como atividade de vital importância no planejamento estratégico das empresas. Ela garante a viabilidade dos equipamentos e contribui de forma ímpar com a segurança do trabalho industrial.

Veja aqui, por exemplo, como você pode reduzir custos ao executar um plano de manutenção:

Continue lendo para saber mais sobre o papel da manutenção preditiva na indústria.

Manutenção preditiva na indústria

As ferramentas utilizadas na Gestão de Ativos para a avaliação de cada um dos sistemas da planta, caso a caso, com análise técnica e balizamento pelo orçamento disponível, indicam que a melhor estratégia é a combinação otimizada dos diferentes tipos de manutenção (incluindo, por que não, a corretiva).

Contudo, sabe-se que a manutenção preditiva na indústria pode ser cara, se não for bem implantada.

Manutenção Preditiva: por que usar nos equipamentos industriais?

Obrigado! Você pode fazer o download do E-Book acessando este link.

Lembremos a definição dada pela NBR 5462:

Manutenção controlada/Manutenção preditiva: Manutenção que permite garantir uma qualidade de serviço desejada, com base na aplicação sistemática de técnicas de análise, utilizando-se de meios de supervisão centralizados ou de amostragem, para reduzir ao mínimo a manutenção preventiva e diminuir a manutenção corretiva.”

Acesse aqui a norma completa.

Tipicamente, a manutenção preditiva na indústria é usada para que nos antecipemos a falhas súbitas e aleatórias. Mas não apenas isso. O monitoramento das condições, quando executado adequadamente, permite a avaliação de alteração do desempenho por simples deterioração, manuseio, fragilidade, uso incorreto e até de fabricação. Destaca-se, por isso, a necessidade de rapidez no diagnóstico, uma vez que a manutenção será tanto mais eficiente quanto mais imediata for a ação.

Manutenção preditiva na indústria

Portanto, o monitoramento deve ser feito de maneira sistemática, obedecendo a um esquema metodológico de coleta e armazenamento constante de dados a respeito das variáveis.

Pode-se avaliar o desempenho de um item com base na análise de dados sobre temperatura, qualidade dos óleos lubrificantes, vibração, pressão, ruídos e os ensaios não destrutivos.

Análise de vibrações na indústria 

Na indústria as bombas centrífugas foram as primeiras a receber o já citado estudo de Análise de Vibrações. Era mais fácil aplicar nesse tipo de ativo em razão da grande quantidade instalada. Logo, foi disseminada para equipamentos mais complexos.

Em seguida, outras técnicas foram incorporadas para atender aos demais equipamentos (compressores, reatores, turbinas, etc.). Interessante observar que algumas dessas técnicas foram criadas bem antes da análise de vibrações. É o caso da análise de óleo.

As informações são coletadas com os equipamentos em funcionamento, por meio de instrumentos de medição específicos, capazes de detectar mudanças no parâmetro avaliado.

Acompanhe Guias de Coleta para ajudá-lo a ter melhores resultados com a análise de óleo:

GUIA COLETA PERFEITA EM EQUIPAMENTOS ESTACIONÁRIOS

GUIA COLETA PERFEITA DE ÓLEOS ISOLANTES

Enfim, a manutenção preditiva revelou-se como um processo de otimização das ações e dos custos de manutenção. Isto é, trata-se de uma forma de controle da qualidade dos equipamentos valendo-se de índices ou parâmetros ideais de prevenção de falhas.

O sucesso da manutenção preditiva se deve por permitir o planejamento de ações de manutenção apenas quando necessárias. Isso reduz a tradicional programação fixa ou a ocorrência de falha, pane ou defeito.

Análise de fluidos

A análise de óleo faz parte do rol das grandes técnicas e ferramentas de manutenção preditiva.

Sabemos que os óleos lubrificantes são indispensáveis ao bom funcionamento de equipamentos industriais. Cuidar apenas da qualidade do óleo, porém, seria pouco. Um bom programa de Análise de Óleo traz benefícios maiores.

Um dos  grandes benefícios é a avaliação de desgaste nos equipamentos industriais. Por meio do diagnóstico da presença de partículas contaminantes, assim como de água ou outros fluidos, aumenta-se ainda mais a confiabilidade da planta. Veja aqui alguns benefícios muito interessantes.

Se você deseja implementar técnicas de manutenção preditiva na sua indústria, entre em contato conosco. Temos as soluções em análise de óleo perfeitas para a sua operação.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS