Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Oil & Gás

A importância da manutenção para Oil & Gas

 13 de novembro

Nos últimos anos, o Brasil tem escalado os rankings mundiais de energia. Um dos fatores responsáveis pela posição de destaque do país é o crescimento contínuo da produção nacional de petróleo e de gás natural.

Líder da produção global de hidrocarbonetos em águas profundas e ultraprofundas, o Brasil aumentou sua autossuficiência na produção de energia e tem se tornado referência no desenvolvimento de novas tecnologias de extração de petróleo em alto-mar.

A descoberta de petróleo leve nas camadas do pré-sal potencializou ainda mais o interesse comercial pelo setor petrolífero brasileiro. Considerado um mercado promissor, o Brasil tem recebido, cada vez mais, altos investimentos de empresas multinacionais desse ramo. Elas destacam o potencial de desenvolvimento local, a qualificação da mão de obra e as oportunidades no setor de infraestrutura como alguns dos diferenciais brasileiros.

Segundo a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), as reservas de petróleo brasileiras comprovadas já somam quase 14 bilhões de barris do óleo. Ademais, o Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe) da UFRJ, no Rio de Janeiro, prevê uma expansão de 55 milhões de barris de petróleo em razão das reservas do pré-sal. Caso esse cenário se confirme, o Brasil saltará da 14ª para a 8ª posição no ranking global de reservas de petróleo até 2020.

Quanto à exploração do gás natural, o Brasil tem trabalhado para ser capaz de produzir todo o gás que consome. Atualmente, o país precisa importar gás da Bolívia para contemplar sua demanda. A fim de superar isso, foi previsto um investimento de cerca de US$ 10 bilhões entre 2013 e 2017. Ele está sendo aplicado na expansão da logística nacional de gás natural e na sua transformação química.

Uma consequência direta desse interesse comercial por tal setor brasileiro é o aumento da demanda de processos, serviços e produtos que envolvem toda a exploração de petróleo e gás natural. Nesse sentido, as empresas brasileiras dependem de avanços científico-tecnológicos, qualificação da mão de obra e fortalecimento da cadeia de suprimentos para se adequarem às demandas do mercado internacional.

Equipamentos envolvidos nas operações Oil & Gas

O setor de petróleo e gás natural dispõe de uma série de aplicações e equipamentos específicos. O bom funcionamento desses equipamentos é muito importante para que toda a produção aconteça conforme o previsto.

Confira alguns dos equipamentos e produtos utilizados nas operações Oil & Gas:

– Bombas de lama: responsáveis pela circulação da lama lubrificante nos poços perfurados, mantendo sua densidade e abertura.

– Alternadores elétricos: responsáveis pela produção da energia elétrica necessária nas sondas de perfuração, tanto para iluminação quanto para refrigeração e acionamento dos motores.

– Pratos de válvulas, sedes de bombas de compressores e preventores de blowout: válvulas cuja função é evitar o derramamento do petróleo.

– Fluidos hidráulicos para poços de alta pressão e temperatura: responsáveis por transmitir potência hidráulica às turbinas, à broca e aos motores de fundo; estabilizar as paredes do poço; resfriar a broca; lubrificar a coluna e a broca; dentre outras funções.

– Agentes de sustentação e guindastes

– Juntas para fundo de poço e para a exploração offshore

– Campos submarinos, tubulações e tubos

Importância da manutenção preditiva para Oil & Gas

Por envolver o uso de maquinário e operações de alto investimento e risco, a indústria de gás e petróleo deve-se atentar à supervisão de todos os equipamentos utilizados. Para isso, um dos métodos mais eficazes no mercado é a manutenção preditiva.

Essa categoria de manutenção consiste no acompanhamento regular dos componentes do maquinário. Por meio de inspeções e coletas de dados, a manutenção preditiva é capaz de antecipar possíveis complicações e apontar o desgaste de peças.

Os benefícios disso são vários:

  • Ao impedir futuros reparos, a manutenção preditiva aumenta a disponibilidade dos equipamentos;
  • Prolonga a vida útil desses;
  • E também corta os custos que seriam gerados por paradas e desmontagens.

Dentre as técnicas de manutenção preditiva disponíveis, estão:

– Análise de óleo

Responsável por averiguar com precisão o grau de contaminação dos lubrificantes utilizados nos equipamentos, a análise de óleo pode indicar tanto a condição de desgaste do equipamento como o momento ideal para realizar a troca do óleo lubrificante, aproveitando ao máximo sua vida útil. É um investimento de baixo custo e alta eficácia para o controle do desgaste das peças.

Será que a análise de óleo deve ser feita em máquinas paradas? Saiba a resposta aqui.

– Análise estrutural

O principal objetivo da análise estrutural é detectar a existência de fissuras, trincas e bolhas nas peças de equipamentos e máquinas. Cada caso demanda uma periodicidade de análise específica, que deve levar em conta o número de máquinas e de pontos de medição, a duração da utilização da instalação, o caráter estratégico das máquinas e os recursos materiais envolvidos na operação. As principais técnicas utilizadas na análise estrutural são: interferometria holográfica, ultrassonografia, radiografia, gamagrafia e ecografia.

– Estudo das vibrações

Esta categoria de manutenção preditiva visa medir as vibrações produzidas por máquinas enquanto elas estão em operação. Quando ultrapassam os níveis aceitáveis, essas vibrações podem gerar desgaste das peças, danificando o desempenho dos equipamentos e sua vida útil. Neste método, o registro das vibrações acontece por meio de sensores estrategicamente posicionados no corpo dos equipamentos.

Os dados produzidos pelos sensores são interpretados por especialistas. Eles podem indicar falhas como acoplamentos desalinhados, lubrificação inadequada e defeitos em engrenagens.

– Análise do estado das superfícies

Por causa do atrito, as superfícies das peças podem sofrer diversos danos e degradação. A fim de impedir que isso ocorra, este método de manutenção preditiva é bastante recomendado, uma vez que mede e controla o desgaste das peças. A análise do estado das superfícies pode ser realizado com o uso de lentes de aumento ou sem ele. Outras técnicas incluem a estroboscopia, a holografia, a endoscopia e o molde e a impressão.

Conclusão

Como você pode conferir, o cenário brasileiro de exploração de petróleo e de gás natural é bastante promissor. Para aproveitar as demandas cada vez maiores e responder a elas, as empresas nacionais precisam adotar uma postura que condiz com sua preocupação para com o bom desempenho de seu maquinário.

Nesse sentido, a manutenção preditiva para Oil & Gas tem despontado como grande aliada. Ela antecipa complicações de equipamentos, prolonga a vida útil desses e, por conseguinte, diminui os custos com futuras paradas e intervenções.

Com a intenção de que a manutenção preditiva apresente os melhores resultados possíveis, é importante realizar um bom planejamento de manutenção. Esse planejamento é um conjunto de ações que analisam e adaptam as informações colhidas pelos métodos de manutenção preditiva. Assim, torna-se viável identificar quais são as prioridades e os ajustes necessários para atingir os objetivos da empresa.

Quer saber mais para otimizar a sua produção? Conheça as técnicas de manutenção preditiva visando aumentar a performance.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS