Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Manutenção

5 mitos sobre manutenção preditiva

 04 de maio

Apesar de um conceito cada vez mais difundido, a manutenção preditiva ainda suscita dúvidas entre os gestores. Para sanar essas questões, trazemos cinco mitos que ainda permanecem difundidos no ramo de análise de óleo. Confira:

 

Devo fazer a análise do óleo somente quando o equipamento apresentar algum defeito.

Não. O objetivo da manutenção preditiva é monitorar constantemente o equipamento, observando qualquer anomalia que possa ser identificada por meio dos fluidos – mesmo sem ter apresentado algum defeito.

A manutenção preditiva aumenta meu custo de operação.

Não. Apesar da manutenção preditiva ser um custo a mais no orçamento, é a maneira mais barata e eficaz de manter seus equipamentos funcionando a todo vapor. A manutenção corretiva, que ocorre após a máquina apresentar falhas, é a mais cara dentre todas. Optar pela manutenção preditiva evita gastos exorbitantes no futuro com consertos, afinal, ela consegue prever qualquer anormalidade no maquinário e orientar a melhor tomada de decisão.

Coletando o óleo de apenas um compartimento tenho o diagnóstico de todo o equipamento.

Não. Para ter um relatório realmente completo do seu equipamento, é preciso coletar os fluidos de vários compartimentos na manutenção preditiva, a fim de saber com antecedência qual pode vir a apresentar defeitos no futuro.

Ao identificar um alerta, preciso parar o equipamento imediatamente.

Não necessariamente. O alerta amarelo sugere um acompanhamento do compartimento com inspeções programadas para avaliar as condições do equipamento. Nesse caso, não é necessária uma intervenção imediata e o maquinário pode aguardar a programação da manutenção.

Preciso acumular coletas por um longo período antes de enviar.

Não. As coletas devem ser entregues o mais rápido possível para o laboratório. A velocidade no processo é crucial para o sucesso do programa de análise de óleo. A demora da chegada da amostra ao laboratório pode impedir que você efetue a manutenção antes da possível falha do equipamento. Você ainda tem mais dúvidas sobre todo o processo da manutenção preditiva? Fale com os especialistas da Oilcheck e saiba como aumentar a vida útil dos seus equipamentos.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS