Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Gestão de Equipes

Grupos do LinkedIn: como participar e gerar negócios

 10 de julho

O LinkedIn é uma ferramenta muito poderosa quando o assunto é cultivar relacionamentos profissionais e gerar negócios. Uma das estratégias para alcançar esses resultados é participar de grupos do LinkedIn. Que tal descobrir como ter sucesso atuando nessas comunidades?

Os grupos dessa rede social são ideais para ampliar seu networking, iniciar discussões, compartilhar conteúdo e até encontrar respostas para suas dúvidas.

Existe grande variedade de grupos do LinkedIn da qual você pode fazer parte. Acreditamos que você tenha algumas dúvidas, como, por exemplo: como encontrar os grupos certos? De quantos grupos participar? Como se comportar?

Pensando nisso, preparamos este Guia com dicas para que você possa participar do LinkedIn e gerar mais negócios através dessas comunidades. Além disso, falamos sobre algumas regras de etiqueta com a intenção de ganhar destaque sem ser aquele usuário “chato”. Confira!

Quais os benefícios de participar de grupos do LinkedIn?

Além dos benefícios que citamos anteriormente, como compartilhamento de conteúdo e networking, participar de grupos do LinkedIn tem outras vantagens.

As conexões na plataforma são divididas em 1°, 2° e 3° graus. Esses níveis têm liberdade diferente para interação. Por exemplo, mandar mensagens para conexões de 3° grau só é possível se você tiver o LinkedIn Premium.

No entanto, ao participar de grupos dos quais essas conexões de 3° grau também participam, você tem a possibilidade de fazer contato sem necessidade de acesso premium.

Além disso, a participação nessas comunidades contribui fortemente para o fortalecimento da sua marca pessoal na rede.

Como encontrar as comunidades ideais?

Você já deve estar bem convencido de que os grupos do LinkedIn são importantes, não é mesmo? Agora é hora de descobrir como encontrar as comunidades ideais a fim de delas  participar.

O primeiro passo é utilizar a ferramenta de busca da plataforma e procurar por palavras-chave do seu interesse.

Deseja fazer networking? Busque pela palavra “networking” e você poderá encontrar diversos grupos divididos por regiões, como o Networking São Paulo ou o Networking Belo Horizonte.

Você também pode buscar por grupos de empresas, como o da Revista Exame ou o grupo sobre análise de óleo.

De quantos grupos participar?

Sabendo como encontrar os grupos do seu interesse, fica o questionamento: de quantas comunidades participar?

O LinkedIn tem um limite máximo de participação em 100 grupos, o que é um número alto. A nossa dica aqui é identificar os grupos mais relevantes para o seu objetivo e ser ativo neles.

Participar ativamente de 5 ou 10 grupos do LinkedIn é muito mais efetivo do que participar de 75 e não ser notado e/ou contribuir com ele.

Como ter destaque sem ser chato?

Ser ativo em grupos sem ser chato pode parecer um desafio, mas não é tão complicado quanto parece. Você precisa evitar as seguintes atitudes:

  • Postar várias vezes a mesma coisa.
  • Divulgar insistentemente seu produto ou serviço.
  • Só falar de você.
  • Ser rude ou desrespeitoso.
  • Não contribuir com as discussões.

Agora, vamos listar algumas ações que você pode realizar para ganhar mais destaque:

  • Compartilhar seu conhecimento de forma generosa.
  • Ajudar os colegas do grupo respondendo a dúvidas.
  • Publicar links úteis e conteúdo relevante.
  • Divulgar oportunidades realmente valiosas.
  • Utilizar o português corretamente.

Se você não cometer os erros listados e seguir as dicas para ter destaque, suas chances de sucesso nessas comunidades vão aumentar consideravelmente.

Como gerar negócios através desses grupos?

Chegou o momento de aprender como gerar negócios por intermédio dos grupos do LinkedIn. Confira nossas dicas!

Defina o perfil do seu cliente ideal

Seu cliente ideal é sua persona, ou seja, representação fictícia desse cliente, que tem nome, idade, cargo, área de atuação, experiência, dentre outros. Tal construção deve ser o mais acurada possível e baseada em dados reais.

Identifique participantes semelhantes à sua persona

Tendo sua persona documentada, você vai poder cruzar informações desse perfil com as dos participantes dos grupos do LinkedIn em que você é ativo.

Basicamente, você vai identificar os participantes que podem ser seus clientes ideais. Você deve interagir com eles buscando avançar para as próximas etapas.

Adicione as conexões de 1° grau

Depois de identificar e interagir de alguma forma com esse participante, você pode verificar se ele é sua conexão de 1° grau. Caso seja, você pode adicioná-lo sem medo!

Conexões de 2° grau também podem ser interessantes, dependendo do quão semelhante a sua persona é desse usuário é.

Registre esses contatos em seu CRM

Ao adicionar conexões, você tem a possibilidade de ter acesso às informações de contato dela e, claro, às suas publicações.

Para acessar os contatos, basta ir ao perfil da pessoa, clicar na opção “Visualizar informações de contato”. A seguir, as informações serão exibidas, como mostram as imagens abaixo.

Você deve registrar esses dados em sua ferramenta de CRM (Customer Relationship Management) ou até mesmo em uma planilha, caso não esteja familiarizado com esse tipo de software.

Informações como nome, cargo, empresa em que trabalha, ramo de atuação, e-mail e nível de decisão dessa pessoa são importantes e devem ser anotadas.

Você pode usar tais dados para enviar um e-mail, por exemplo, com algum conteúdo interessante ou para iniciar uma conversa. Basta lembrar no texto desse e-mail que vocês estão conectados no LinkedIn e por essa razão você está enviando a mensagem.

Nutra o relacionamento com essas conexões

Nutrir esses relacionamentos criados é uma das partes mais importantes para a geração de negócios nos grupos do LinkedIn. É nesta etapa que você vai conquistar a confiança de suas conexões e, assim, poderá auxiliá-las com seu produto ou serviço

Aqui vão algumas ideias para nutrir essa relação:

  • Comente nas publicações de suas conexões.
  • Parabenize os integrantes por conquistas ou novos cargos.
  • Ofereça ajuda, quando possível.
  • Auxilie as conexões que pedirem ajuda.
  • Deixe recomendações, quando pertinente.

Bom, agora você tem várias estratégias para colocar em ação com o objetivo de começar a participar de grupos do LinkedIn e gerar outros negócios. Não se esqueça de observar cada detalhe e de se manter ativo na plataforma. Esperamos que você aproveite as nossas dicas!

Para não deixarmos você sem um próximo passo, que tal participar agora mesmo do grupo de análise de óleo? Fique à vontade para convidar seus colegas a fazer parte desse grupo!

Pedro Hernandes
Marketing, ALS Tribology, South America
Pedro Hernandes é gerente de marketing da ALS Tribology. Pós-graduado em Administração e Marketing, busca sempre por novos cursos e certificações, além de desenvolver o pensamento analítico e desafiar padrões para gerar bons resultados.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS