Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Filtragem

Óleo hidráulico: conheça a principal falha e saiba como resolvê-la

 22 de julho

Introdução

Os sistemas de óleo hidráulico são considerados a corrente sanguínea de grandes máquinas e equipamentos. Afinal, o óleo hidráulico é responsável por lubrificar e dar força aos movimentos das peças internas. Por isso, é tão importante apostar em ações de manutenção preditiva para garantir a integridade do sistema de óleo por mais tempo.

Plano de manutenção preditiva: como mensurar falhas com MTTR e MTBF e evitá-las

Obrigado! Você pode fazer o download do E-Book acessando este link.

Principal falha hidráulica

O sistema de óleo e lubrificantes de máquinas e equipamentos não está imune à contaminação – a principal falha hidráulica identificada por profissionais da área. Óleo contaminado é sinônimo de mais paradas dos equipamentos, comprometimento da vida útil, aumento de gastos com manutenções não planejadas e reposição de novos equipamentos e fluidos.


Água, ar e partículas são algumas das principais fontes contaminadoras de sistemas de óleo hidráulico.
A contaminação por sedimentos ou partículas pode ser causada por vedações gastas e outras aberturas inadequadas que permitem a entrada de sujeira, areia, pedaços de borracha de componentes, sedimentos de metal etc. A contaminação por partículas também se dá internamente, quando as superfícies dos equipamentos reagem com sedimentos e produtos químicos. Desgastes diversos e interferências no funcionamento são alguns danos causados pela contaminação por partículas.


A água também é um contaminante perigoso para o sistema de óleo hidráulico. Vazamentos, umidade atmosférica, reações químicas internas são algumas das fontes de contaminação pela água. Além do desgaste dos equipamentos, a contaminação pela água pode causar corrosão, mofo, variação da viscosidade do fluido, entre outras falhas.


Vazamentos, aeração da bomba e movimentos inadequados no reservatório de óleo podem causar contaminação do ar. Esse contaminador é bastante prejudicial ao sistema de óleo hidráulico, ocasionando perdas como oxidação dos líquidos e aditivos, corrosão das peças de metal, perda da força de transmissão, comprometimento na saída da bomba de óleo, perda de lubrificação, amento da temperatura etc.

A solução: microfiltragem

O segredo para evitar as falhas e os desgastes prematuros do maquinário é investir em microfiltragem de óleo hidráulico. Nessa técnica, o óleo passa por um conjunto de filtros até que as partículas de contaminação sejam eliminadas. A filtragem é indicada até mesmo para óleos novos, pois é comum que já venham contaminados da fábrica.


Um sistema hidráulico contaminado pode apresentar falhas em bombas e válvulas, perder a eficiência por fugas internas, desgastar prematuramente o equipamento e demandar excesso de troca de óleo. A filtragem do óleo reduz o custo com manutenção e aumenta a eficiência do maquinário, prolongando também a vida útil.


Mas com a microfiltragem, torna-se possível prolongar a vida útil de componentes, reduzir o tempo de paradas e aumentar a disponibilidade dos sistemas hidráulicos. A microfiltragem é uma tecnologia australiana de ponta que pode ser aplicada não apenas em óleos hidráulicos, como também em óleo diesel e lubrificantes. Neste artigo, explicamos mais sobre a aplicação da microfiltragem para esses outros dois tipos de fluídos.

 

Conclusão

Nem mesmo os sistemas de óleo hidráulico recém-trocados estarão livres de contaminação. Por isso, a microfiltragem é uma técnica tão importante para a rotina da equipe de manutenção. Ao investir numa tecnologia de ponta para a microfiltragem, sua empresa ganha não só em gestão de equipamentos e redução de custos, como também sai na frente da concorrência quando o assunto é inovação.

Você conhece a Globalcheck?

A Globalcheck é uma empresa do Grupo Oilcheck que trouxe para o Brasil a tecnologia australiana da microfiltragem. Oferecemos às empresas serviços de microfiltragem de profundidade, que tem uma capacidade maior de retenção de contaminante devido à alta eficiência de captura de pequenas partículas. Acesse o nosso site e conheça mais sobre a Globalcheck e os benefícios da microfiltragem.

Comentários:

Manutenção Preditiva | 19 de setembro
Olá, Udisson. Muito obrigado, ficamos felizes que tenha gostado do blog.

Comentários:

UDISSON | 19 de setembro
Site muito bom, cheio de informações bem explicativas!!!

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS