Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Análise de Óleo

Por que não consigo impedir a quebra de um equipamento?

 10 de março

É sempre uma dor de cabeça quando uma máquina começa a apresentar problemas ou mesmo tem seu funcionamento interrompido. A forma mais comum de resolver tal situação é com a manutenção do equipamento, seja com a substituição de peças, seja com a restauração da capacidade de produção dessa máquina. Uma alternativa mais interessante para esses casos é investir na manutenção preditiva, que consiste em programar intervenções nas máquinas com base em indicadores dos próprios equipamentos.

Manutenção corretiva: reparando o equipamento

Quando um equipamento apresenta falha ou desgaste, é comum apelar para as ferramentas da manutenção corretiva, com a substituição de peças e componentes afetados. Trata-se de um conjunto de procedimentos que visam corrigir, restaurar e recuperar a capacidade produtiva de um equipamento ou de uma instalação que tenha sofrido alteração no funcionamento.

A manutenção corretiva é uma técnica de gerência reativa que aguarda pela falha ou pelo desgaste para, dessa forma, determinar a ação de manutenção a ser tomada. No que tange à manutenção, os procedimentos corretivos são os mais caros. Isso se dá pelo alto custo de estoque de peças sobressalentes, pela baixa disponibilidade de produção e pelo elevado tempo de paralisação do equipamento.

Manutenção preditiva: prolongando a vida útil do equipamento

A manutenção preditiva, por sua vez, tem como premissa a programação de intervenções nas máquinas, baseando-se em indicadores dos próprios equipamentos. Essas informações são fornecidas por um programa de inspeção de desempenho e monitoramento. São comumente avaliados fatores como vibração, termografia e outros.

Os principais objetivos da manutenção preditiva consistem em aumentar o tempo de disponibilidade dos equipamentos, eliminar desmontagens desnecessárias para inspeção e determinar antecipadamente a necessidade de serviços de manutenção.

Tal metodologia visa ainda à redução do trabalho de emergência não planejado, além de aproveitar a vida útil total dos componentes e, consequentemente, impedir o aumento dos danos. Sendo assim, sua aplicação permite aumentar o grau de confiança no desempenho de um equipamento ou na linha de produção e determinar previamente as interrupções de fabricação para cuidar dos equipamentos que precisam passar por manutenção.

Análise de óleo: predizendo falhas do equipamento

A análise de óleo é um dos principais procedimentos da manutenção preditiva. Com ela, é possível realizar avaliações laboratoriais precisas e rápidas sobre o lubrificante utilizado nos equipamentos.

Outra característica da análise de óleo é que ela permite detectar tanto a presença de substâncias contaminantes quanto os desgastes das peças móveis dos equipamentos. Com base nos resultados obtidos por meio da análise de óleo, a equipe responsável pela manutenção do maquinário da sua empresa é capaz de identificar mais rapidamente e até antecipar possíveis erros, evitando comprometer o desempenho do serviço ou a qualidade do produto.

Com a análise de óleo, a vida útil dos componentes é ampliada, reduzindo gastos com material de reposição, mão de obra em manutenções não programadas e trocas de óleo desnecessárias.

Para alcançar bons resultados, a empresa passa por um processo de análise de óleo criterioso. O primeiro passo consiste na identificação da necessidade de investir e planejar a manutenção preditiva. Posteriormente, é preciso definir quais compartilhamentos e equipamentos serão monitorados. Por fim, são definidas as ferramentas necessárias para a implantação do programa e a coleta dos fluídos. As amostras de óleo são analisadas, e, apenas na Oilcheck, os resultados estarão consolidados em 24 horas.

Conclusão

Só as ferramentas da manutenção preditiva são capazes de antecipar necessidades de intervenção em peças e equipamentos industriais, evitar parada de equipamentos para reparos, impedir trocas e descartes desnecessários e reduzir custos na planilha da empresa, dentre outras vantagens.

Com a análise de óleo, o gestor ainda aumenta a disponibilidade do maquinário e prolonga a vida útil dos seus equipamentos.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS