Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Manutenção

O que significa o S10 para óleo diesel?

 06 de abril

Desde do início do ano de 2013, o uso do Diesel S 10 é obrigatório para o transporte rodoviário. O que exclui os veículos fora estrada, agrícolas, ferroviário, mineração, geração de energia elétrica. Mais o que significa o S10 para óleo diesel? e qual é a vantagem e desvantagens de usa-lo?

É um combustível de última geração, vendido na Europa e em alguns estados americanos. O s10 para óleo diesel 10 ppm = partícula por milhão de enxofre) foi desenvolvido para substituir o S-50, que entrou no mercado em 2012, fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta (TSC), isto é, acordo judicial de 2008 para reduzir ainda mais a poluição atmosférica, uma vez que há a projeção de atender os limites de emissão. Acredita-se que haverá diminuição de 10% a 15% na emissão de material particulado (NOx).

Tal combustível faz parte da fase do Proconve7 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores), P7, ou seja, legislação similar à da Europa, a Euro 5, que estabelece limites de emissão mais rígidos para os veículos a diesel, com menor teor de enxofre (S). Ele foi estabelecido pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA), em 1986, com o objetivo de reduzir a emissão de poluentes dos veículos automotores e propiciar a melhoria na qualidade dos combustíveis brasileiros. O Brasil foi o primeiro país a banir o chumbo da gasolina e a propor reduzir gradativamente o teor de enxofre existente na gasolina e no diesel. A partir de 2014, o enxofre (S) da gasolina, atualmente em 800 ppm, será reduzido.
Vale ressaltar que o enxofre possui uma propriedade bactericida; portanto, o S-10 é mais sensível a micro-organismos, o que é agravado pelo acréscimo de biocombustível (B-5). Atualmente esse acréscimo é de 10%.

O que significa o S10 para óleo diesel? - Manutenção Preditiva

Algumas diferenças do S-10 em relação a outros combustíveis:

– O S-10 é bem clarinho, quase transparente (semelhante à clara de ovo).
– O S-500 possui tonalidade avermelhada.
– O S-1800 é amarelo forte/marrom.

EBOOK: Tudo sobre a contaminação do óleo diesel

Obrigado! Você pode fazer o download do E-Book acessando este link.

Qual a vantagem do S-10?

Como possui o número de cetano corresponde a 48, superior aos 46 do S-50 e aos 42 do S-500, ele garante a redução de fumaça branca, partida a frio, protege o motor com relação ao desgaste e à formação de depósito e ainda permite a troca de lubrificante mais longa e menor desgaste do motor.

Os veículos mais antigos podem ser abastecidos com o novo diesel, o S-10?

Sim, todos os veículos podem ser abastecidos com o S10, mas os novos, fabricados a partir de 2012, com motor Euro 5, só podem utilizar o S10.
É obrigatório efetuar uma limpeza do tanque de combustível e de sua linha, antes da introdução do novo biodiesel S-10. Sim, mas atenção! Não utilizar água em hipótese alguma nessa limpeza.Uma vez que, em razão das características higroscópicas (capacidade de atrair água) desse novo produto, a água e a umidade são os grandes inimigos e devem ser evitados a todo custo. Além disso, toda a linha de injeção de combustível no tanque deve ser limpa, incluindo a troca dos filtros.

Conclusão

O novo diesel oferece mais benefícios, se comparado ao tradicional; porém, o consumidor deve observar constantemente o desempenho do veículo.

Especialistas declaram que o S-10 é de fácil proliferação de bactérias, principalmente se entrar em contato com a água. Vejamos este esclarecimento: “Por apresentar menos enxofre, ele pode desenvolver uma borra que danifica os equipamentos. É importante verificar se o posto está apto a comercializar o combustível. Se foi feita a limpeza dos tanques e se as demais mudanças exigidas estão em dia. Em caso de optar pelo uso do novo diesel, o consumidor deve fazer uma manutenção no motor do veículo e confirmar se o tanque está preparado. Não se pode misturar o produto novo com o antigo, o que exige que antecipadamente seja feita a limpeza no tanque e a troca de todos os filtros, para então passar a usar o S10 para óleo diesel”.

Comentários:

Pedro Hernandes | 23 de julho
Olá, Eladio. Tudo bem? Muito obrigado por compartilhar essas informações conosco. Tenha uma ótima semana!

Comentários:

Pedro Hernandes | 23 de julho
Obrigado, Geraldo. Ficamos felizes que tenha gostado do conteúdo. Caso se interesse, confira esse material sobre o assunto: http://materiais.oilcheck.com.br/contaminacao-do-oleo-diesel

Comentários:

Pedro Hernandes | 23 de julho
Olá, Ademir. Tudo bem? Comumente se indica o uso de óleo mineral de viscosidade 10 cSt. Deve-se fazê-lo com fluxo turbulento para remoção dos resíduos. Qualquer dúvida estamos à disposição

Comentários:

Pedro Hernandes | 23 de julho
Olá, Ezequiel. Tudo bem? De forma geral, o uso de S500 aumentará a emissão de poluentes no meio ambiente e também a concentração de ácidos sulfurosos. Os aditivos presentes no óleo servem para proteger o motor da ação destes ácidos. Não se pode esquecer, no entanto, que a submissão do sistema a um ambiente mais ácido, pode reduzir a vida útil do óleo e, por conseguinte, do motor. Por fim, a combustão do S500 é menos eficiente que a do S10, resultando em menor desempenho do motor. Qualquer dúvida estamos à disposição

Comentários:

Geraldo Vitor Bergamini | 22 de julho
Parabéns , muito didático e esclarecedor este assunto do S 10...Elucidei muitas duvidas sobre o assunto.. Sds GB

Comentários:

Eladio | 20 de julho
Olá Pedro ! Excelente trabalho, vale comentar que o diesel S10 está numa categoria de solvente e com experiencia em campo ele tem trazido um ressecamento em bombas mecanicas e unidades injetoras de equipamento mais antigos e também nos sistemas mais novos HPCR somado ao conjunto de mudanças do S10 também tem sofrido um estresse por pressão e temperatura ficando mais instável. Nossas soluções para não quebrar a molécula do diesel é usar Estabilizantes Térmicos ( Item característico do Aditivo John Deere para equipamentos John Deere MAR-1

Comentários:

Ademir Santana | 19 de julho
Muito se foi comentado ao respeito de limpeza do sistema e do tanque, mas qual o produto indicado para realizar essa limpeza e fazer o flushing de toda linha incluindo bomba injetora?

Comentários:

Ezequiel Silva | 19 de julho
Olá, atualmente só abasteço com S-10, porém tenho 38% de minha Frota Euro 3 e desejo usar S500 para reduzir o custo gerado pelo abastecimento. Quais são as observações?

Comentários:

Pedro Hernandes | 17 de julho
Obrigado, Alexandre. Ficamos felizes que tenha gostado. Confira mais sobre assunto aqui: http://materiais.oilcheck.com.br/contaminacao-do-oleo-diesel

Comentários:

Alexandre | 11 de julho
Parabéns pelo excelente artigo. Muito esclarecedor.

Comentários:

Pedro Hernandes | 27 de março
Olá José, motores antigos com controle eletrônico de injeção podem, sim, usar o diesel S-10. Mas alguns cuidados devem ser tomados, como a limpeza total do tanque de combustível antes do abastecimento. Como esse novo diesel se contamina muito rápido e facilmente, aumentam o acúmulo de água e a produção de borra, sendo recomendada a assepsia prévia do tanque e de sua linha. Não use água nessa limpeza, pelas características higroscópicas (capacidade de atrair água) do produto. Além disso, toda a linha de injeção de combustível no tanque deve ser limpa, incluindo a troca dos filtros. Porém, consulte antes o fabricante do motor.

Comentários:

josé Raimundo pinheiro | 25 de março
tenho um caminhão Volkswagen 8 - 140 anos 1994 / 1995 só tenho colocando óleo comum 500 eu posso usa óleo s - 10 ? tenho medo de prejudicar abomba injetora e posso colocar óleo lubrifica-te no tanque para lubrifica a bomba injetora

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS