Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Manutenção

Geradores hidrelétricos: importância da manutenção preditiva

 27 de julho

A instalação de barragens para a construção de usinas hidrelétricas teve início no Brasil, a partir do fim do século XIX, mas foi após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) que a adoção de hidrelétricas passou a ser relevante na produção de energia no país. Atualmente, tal produção das hidrelétricas brasileiras corresponde a 90% do total de energia elétrica em todo o território nacional.

Conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a Rede Hidrometeorológica Nacional é composta de 5.138 estações, das quais 2.234 são pluviométricas; 1.874, fluviométricas, e 1.030 são de outros tipos, como sedimentométricas, telemétricas, de qualidade das águas, evaporimétricas e climatológicas.

Neste post, falaremos um pouco sobre a importância da manutenção preditiva nos geradores hidrelétricos, peças que se destacam no funcionamento das usinas. Confira!

Como funcionam as usinas

As usinas hidrelétricas são aquelas que produzem eletricidade através da força das águas, aproveitando-se de desvios ou dos cursos naturais dos rios.

Nas usinas hidrelétricas, dessa maneira, uma barreira segura as águas e as mantém em um reservatório. Após isso, a gravidade puxa a água e faz com que a turbina gire. O movimento da turbina aciona o gerador que produz uma corrente alternada que será transformada em corrente de alta voltagem, saindo da usina por intermédio das linhas de energia. Ao final, a água utilizada passa por tubulações e volta para o rio.

Nesse processo, a quantidade de eletricidade gerada é determinada pelo fluxo de água e pela distância entre a superfície da água e as turbinas.

Os geradores e sua importância

O gerador é um equipamento capaz de converter outras modalidades de energia em energia elétrica. Sua principal função, dessa forma, é aumentar a energia potencial elétrica da carga que o atravessa, à custa de sua energia química, mecânica, etc.

Considerado o elemento mais importante de uma usina, o gerador é imprescindível para que haja a conversão de energia e para que os propósitos da usina sejam alcançados.

O que pode acontecer com a parada dos geradores

Com toda sua importância, qualquer tipo de parada ou falha em seu funcionamento pode prejudicar bastante a produção elétrica das usinas. Caso não esteja sendo feito de maneira minuciosa, o acompanhamento dos geradores pode render menos do que poderia, causando forte impacto nos resultados.

Além disso, possíveis imprevistos como as paradas por falhas dos geradores podem demandar um tempo de conserto muito maior se comparados a paradas estratégicas para manutenção. É nesse contexto que entra a importância da manutenção preditiva, já que, por meio de procedimentos como a análise de óleo dos geradores, ela pode potencializar os resultados.

Dessa forma, empregar as técnicas de manutenção preditiva é providencial para o rendimento de uma hidrelétrica, sobretudo no contexto brasileiro, em que essas usinas são as maiores responsáveis pela produção de energia elétrica. Confira as principais diferenças entre manutenção preditiva e manutenção preventiva!

 

Conclusão

As usinas hidrelétricas são fundamentais para a produção de energia elétrica no Brasil, e possíveis falhas em seus processos podem comprometer bastante os resultados. Por conta disso, a manutenção preditiva, aliada à análise de óleo nos geradores hidrelétricos, é oportuna para gerar o máximo de energia elétrica possível, tornando, consequentemente, a usina mais eficiente.

Precisa checar o estado do óleo do seu gerador? Faça uma cotação com a Oilcheck!

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS