Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Manutenção

Desafios do uso de compressores de ar na indústria automobilística

 26 de junho

Na indústria automobilística, as tarefas de pintura são contínuas e precisam ser realizadas de maneira segura, confortável e sem comprometer o desempenho das linhas de produção. Dessa maneira, é essencial que os compressores de ar sejam confiáveis e recebam cuidado redobrado quanto à sua utilização.

É importante esclarecer, antes de tudo, que um espaço confinado de ar é qualquer atmosfera não projetada para a ocupação humana contínua, que possui meios limitados de entrada e saída, não contém ventilação ou renovação adequada do ar e é empobrecida ou enriquecida pelo oxigênio.

Abaixo, listamos alguns dos principais desafios do uso dos compressores de ar nas indústrias automobilísticas e damos algumas dicas a respeito:

A substituição gradativa das tintas à base de solvente pelas tintas à base d’água na indústria automobilística proporcionou melhor qualidade de vida aos pintores e aos operadores envolvidos com o ramo, além de beneficiar o meio ambiente por conta dos menores impactos. Complementarmente a isso, a robotização das linhas automotivas vem ajudando a indústria a ter indicadores de higiene ocupacional cada vez melhores, o que evita o contato dos trabalhadores diretamente com esse tipo de risco.

Ainda com essas mudanças, no entanto, algumas aplicações ainda precisam de pintores ou de operadores envolvidos diretamente com as tarefas de pintura, sobretudo nos trabalhos de retoque; retrabalhos (recall); recarga e reabastecimento das linhas de tinta; inspeção e manutenção dos sistemas robotizados. São nesses processos que os compressores de ar são mais recorridos. De modo geral, a indústria automobilística utiliza o próprio ar comprimido para suprir a demanda dessa utilidade juntamente com um conjunto de filtros para remover material sólido particulado, névoas de óleo e vapores tóxicos que possam estar contidos no ar.

Além disso, nos compressores de ar utilizados na indústria automobilística, o óleo lubrificante é de grande importância para o funcionamento do equipamento e alongamento de sua vida útil, visto que facilita as partidas, aumentando a mobilidade das peças que sofrem atrito entre si. O óleo também lubrifica os componentes para prevenir o desgaste, reduz o atrito entre as peças móveis, protege os componentes contra oxidação e corrosão e, além disso, mantém limpas as peças internas, vedando espaços entre componentes submetidos a pressão.

Veja o efeito da contaminação de água nos resultados do óleo lubrificante.

Dicas

Os compressores de ar têm finalidades diversas. Os equipamentos que trabalham exclusivamente com ar são muito utilizados no setor industrial para pintura de peças e, eventualmente, para limpeza de objetos, bem como são usados em diferentes tipos de automóveis e até em ambientes domésticos (pintar peças ou pequenas paredes, encher balões, pneus de bicicleta/carros, etc.).

Já os modelos industriais são comumente usados em construções, hospitais, consultórios odontológicos, indústrias farmacêuticas, dentre outros. A principal vantagem em se usar compressores de ar em seu estabelecimento é que o ar comprimido gerado pelo equipamento não emite poluentes que possam prejudicar o ambiente/local de trabalho, mas, para se ter a garantia disso, é necessário tomar alguns cuidados. Veja algumas dicas:

– O compressor deve estar posicionado a pelo menos 30 cm da parede para facilitar a ventilação.

– O equipamento precisa estar sempre nivelado para que sua lubrificação não fique comprometida.

– O ambiente de trabalho deve estar sempre limpo para que o ar produzido pelo compressor não fique contaminado.

– O local de trabalho também deve estar sempre ventilado e arejado, considerando que o excesso de poeira pode fazer com que o filtro perca sua eficiência. Esse é mais um motivo para se preocupar com isso.

– O filtro do compressor deve ser limpo três vezes por semana para evitar superaquecimento, assim como a tensão das correias e o funcionamento das válvulas que devem ser verificadas semanalmente.

Já em relação às pistolas, alguns problemas podem ser encontrados no momento da pintura, como, por exemplo: manômetros das linhas de ar quebrados, sujeira ou excesso de poeira nos equipamentos, falta de filtros na linha de ar comprimido, mangueiras e tubulações de ar comprimido mal posicionados, dentre outros. Certos cuidados evitam esse tipo de situação; caso esse acompanhamento não seja suficiente, porém, é necessário procurar assistência técnica para analisar o equipamento.

Entenda quais são os objetivos da manutenção preditiva.

Conclusão

Vimos que os compressores de ar têm importante função na indústria automobilística; no entanto, é preciso tomar alguns cuidados em sua utilização para se obter resultados melhores. A manutenção preditiva realizada pela Oilcheck, dessa forma, pode garantir a eficácia dos resultados gerados pelo seu compressor de ar e aumentar seu período de funcionamento.

Conheça 5 benefícios da análise de óleo!

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS