Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Manutenção

4 motivos para adotar a análise de óleo em equipamentos ferroviários

 18 de julho

Introdução

A manutenção preditiva de ativos ferroviários deve acontecer de maneira frequente e minuciosa. Isso porque as máquinas e os equipamentos ferroviários, em geral, transportam uma grande quantidade de cargas por longos trechos. Se alguma falha mecânica ocorrer, pode desencadear grandes prejuízos para as empresas, como atraso em entregas e perda dos produtos carregados.

Para que as empresas evitem problemas irreparáveis como esses, a indicação é investir em análise de óleo. Essa técnica auxilia na detecção dos primeiros sintomas de desgaste em componentes de locomotivas e outros equipamentos ferroviários. Além disso, ajuda a entender as particularidades do desgaste geradas pelo atrito entre as peças metálicas.

A análise de óleo permite realizar análises precisas no lubrificante em laboratório em um tempo hábil para que as informações possam ser úteis à equipe de manutenção ferroviária. A manutenção preventiva é uma forma de aumentar a vida útil do equipamento simplesmente com uma boa gestão.

Confira alguns dos benefícios de se realizar de maneira correta a análise de óleo em equipamentos ferroviários:

 

Menor custo de manutenção

As análises químicas e físicas de amostras de óleo tiradas de um motor de locomotiva podem indicar o estado do desgaste desse equipamento ferroviário e de outros componentes, como sistemas de acionamento ou hidráulico. Além disso, outros tipos de análises do óleo, como teste para a presença de água ou outros contaminantes nos motores de locomotivas proporcionam indicação adicional da condição do motor e de qualquer outra falha mecânica relacionada. Com isso, é possível realizar o reparo dos problemas antes que os defeitos se agravem e gerem prejuízos tanto para as empresas que transportam, quanto para seus clientes. 


Vida útil prolongada

Com a análise de óleo, é possível identificar a necessidade de trocas dos filtros e de óleos. Dessa forma, os equipamentos são mantidos em boas condições de trabalho sem anormalidades. Isso irá impactar positivamente no tempo de vida dos equipamentos ferroviários. Ao adotar a análise de óleo nas manutenções preventivas, pode-se conter a perda de alguma máquina ou componente do sistema do motor em decorrência de alguma falha não detectada ou prevenida, além de fazer com que a locomotiva não se danifique por má gestão da manutenção.

 

Maior disponibilidade

Com a análise de óleo dos equipamentos ferroviários, os ativos estarão menos suscetíveis a falhas e, consequentemente, a serem paralisados. Dessa forma, as empresas poderão contar com suas locomotivas funcionando de maneira eficiente por mais tempo, apresentando menos problemas ou defeitos.

 

Economia de lubrificantes

O óleo é utilizado nas locomotivas como lubrificante para diminuir os atritos entre as peças móveis de um sistema mecânico. Esse fluido é considerado puro, pois normalmente, é o primeiro item a ser adicionado ao motor de um equipamento ferroviário. No entanto, com o passar do tempo, as corrosões químicas do motor fazem com que o óleo seja contaminado. As análises do óleo nessas situações fazem com que o lubrificante seja substituído no momento ideal – nem antes de sua utilização padrão, nem após sua durabilidade indicada.

 

Conclusão

A análise do óleo é uma das principais ferramentas de manutenção preditiva para as empresas que utilizam equipamentos ferroviários em suas operações. Com um diagnóstico preciso a partir da análise de óleo em mãos, a equipe de manutenção da sua empresa conseguirá identificar erros com mais agilidade, antecipar problemas, e assim, evitar comprometer desempenho e a qualidade do serviço oferecido.

Conheça o nosso estudo de caso e veja outros benefícios da análise de óleo para locomotivas e demais equipamentos ferroviários.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS