Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Análise de Óleo

Saiba quais são as diferenças entre lubrificantes minerais e sintéticos

 12 de setembro

Os lubrificantes são substâncias que auxiliam na redução de atrito entre duas superfícies em movimento, lubrificando e aumentando a vida útil dos componentes móveis dos motores. Esses produtos são classificados de acordo com o tipo, podendo ser gasosos, sólidos, pastosos ou líquidos. Os lubrificantes líquidos são compostos por óleo base, que pode ser mineral ou sintético. Hoje, trazemos para você as diferenças entre estes dois tipos de óleo lubrificante.

 

Lubrificação

Na lubrificação, é criada uma película de óleo entre as superfícies metálicas do motor, impedindo o desgaste delas. No processo, que possibilita que esse movimento se dê com o mínimo de esforço e ruídos, o óleo substitui o contato direto entre as peças, em geral metálicas, por um atrito fluido, evitando desgastes e prorrogando a vida útil do motor. Ao diminuir o contato das superfícies, os lubrificantes reduzem as possibilidades de falhas e ajudam a minimizar os ácidos que causam corrosão. Na postagem anterior falamos mais sobre a lubrificação. Confira aqui.

Essa substância desempenha diversos papéis: lubrifica, minimizando atrito e desgaste; refrigera, absorvendo o calor gerado no atrito e fazendo a troca de calor com o ambiente; limpa, removendo contaminantes das superfícies e transportando-os para que sejam retirados do sistema; e protegem, formando uma camada que impede a corrosão e a formação de depósitos nas peças. Uma análise de óleo criteriosa possibilita a verificação do lubrificante e desgaste de componentes mecânicos.

Os óleos lubrificantes são compostos de óleo base, que pode ser mineral ou sintético, e de aditivos que possuem características que proporcionam um melhor desempenho para o processo.

Agora, conheça as diferenças entre os lubrificantes minerais e sintéticos.

 

Lubrificantes minerais x sintéticos

O lubrificante mineral é produzido a partir de óleos básicos derivados do refino do petróleo bruto. Neste processo, as propriedades de lubrificação do petróleo são separadas de componentes indesejáveis para o lubrificante, como as ceras. Os lubrificantes minerais adequam a motores convencionais e sua viscosidade se adapta às temperaturas do motor.

Já o lubrificante sintético, produzido em um processo químico mais caro, possibilita um melhor desempenho se comparado ao óleo mineral. Estes óleos, que passam por um processo de reações químicas, são mais resistentes ao calor e menos voláteis do que os lubrificantes minerais. O óleo sintético flui com mais facilidade a temperaturas de partida, momento em que o desgaste é maior.

 

Conclusão

Em carros, o óleo mineral atende à maioria dos motores, sendo mais comum do mercado. O óleo sintético é recomendado para quem utiliza o carro com mais frequência e roda muitos quilômetros. De qualquer forma, também é necessário consultar o manual do proprietário para saber qual o lubrificante correto para cada carro. O tipo ideal de lubrificante também varia para máquinas industriais ou demais veículos. É importante ressaltar que não é recomendado misturar óleos minerais com sintéticos. Em caso de substituição, deve ser realizada a troca do filtro de óleo, para o correto funcionamento.

Entre em contato com os nossos especialistas e tire suas dúvidas sobre lubrificantes.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS