Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Análise de Óleo

Manutenção Preditiva na Mineração

 28 de novembro

A mineração abrange diversos processos, atividades e indústrias para extração de minerais, envolvendo diferentes maquinários e equipamentos que auxiliam na realização de trabalhos pesados. Reduzir custos de operação e melhorar a produtividade dos equipamentos são grandes objetivos de qualquer empresa do ramo no mundo. Para isso, é preciso fazer uma boa gestão das máquinas e adotar a manutenção preditiva para maior economia nos gastos.

No artigo de hoje, discutiremos as principais dúvidas sobre a manutenção preditiva na mineração para que você possa esclarecer as suas.

 

Mineração: panorama atual do mercado

A mineração no Brasil enfrentou grandes desafios nos últimos anos, registrando queda no preço do minério de ferro no mercado internacional, retração no consumo brasileiro de bens minerais em geral e indústrias paralisadas.

Além disso, houve o maior acidente ambiental da história da mineração em 2015, no município de Mariana (MG), que afetou gravemente a economia do setor e tornou a área um alvo de divergências entre governo e empresas quanto aos efeitos da crise.

Contudo, segundo o Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), as mineradoras já trabalham com a perspectiva de encerrar 2016 no mesmo patamar que a atividade se encontrava em 2015. De acordo com a instituição, o setor deve voltar a crescer em até 5% em 2017, se receber investimentos em infraestrutura.

Por outro lado, o governo alerta para a necessidade de recuperar investimentos de capital novo no setor, atualmente em queda de 15%. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a mineração precisa voltar a atrair investidores para se recuperar, analisando que a crise econômica de 2015, somada à queda do preço do minério, contribuiu para a retração. De acordo com o Ministério, a retomada do setor de mineração vai depender da criação de um ambiente atrativo para os investidores privados.

 

Equipamentos da mineração: principais fabricantes

O trabalho realizado em ambientes de mineração é muito pesado, exigindo das mineradoras o uso de máquinas e equipamentos adequados para a realização das atividades. Por isso, além de profissionais capacitados para a mineração, é fundamental escolher bem o fabricante de equipamentos desse segmento, assegurando a produtividade e a segurança de sua linha de operações. A seguir, apresentaremos um pouco sobre quais os melhores fabricantes para sua empresa.

 

  • Furlan

A Furlan, que atua há mais de 50 anos no mercado de mineração, fabrica equipamentos, máquinas e peças para reposição. Seus principais produtos são: britadores cônicos, plantas compactas de hidrociclonagem e alimentadores vibratórios. Você pode encontrar a relação dos equipamentos e todas as informações necessárias para a compra no site da Furlan.

 

  • Brastorno

A Brastorno oferece equipamentos e equipe técnica para a manutenção e a fabricação de equipamentos destinados à mineração. Algumas de suas opções de produtos são: bloco digestor, chapa térmica, célula de flotação, dentre outras. Você pode entrar em contato com a empresa, há mais de 20 anos no mercado, no endereço online da Brastorno.

 

  • Bercam

A Bercam está presente há mais de 40 anos no segmento como líder no mercado de britadores e equipamentos para mineração. A empresa apresenta máquinas inovadoras e peças para reposição, como a linha de britador de mandíbula, conjunto móvel C-1200, peneira vibratória, dentre outras. Pelo site, você pode solicitar atendimento personalizado e entrar em contato com a Bercam.

 

  • Odebraz

A Odebraz desenvolve calhas vibratórias, transportadores de correia, britadores girosféricos, dentre outros, oferecendo os equipamentos e as máquinas mais resistentes do mercado. A empresa, no mercado há mais de 12 anos, também coloca à disposição serviços de reparo em máquinas para mineração, além de peças e assistência técnica. No site da Odebraz, você pode conhecer mais sobre a empresa, que presta atendimento em âmbito nacional.

 

Manutenção de máquinas: preditiva, preventiva e corretiva

Para uma gestão ideal do maquinário do seu negócio, são necessários o acompanhamento e as análises dos equipamentos, de forma a adotar a manutenção que traga mais economia nos gastos. Conheça a seguir os diferentes tipos de manutenção e suas características, para que você faça a escolha certa visando à redução de custos na manutenção das máquinas de sua empresa.

 

  • Manutenção preditiva

Como falado anteriormente, a manutenção preditiva tem como premissa o monitoramento periódico de máquinas, fazendo as inspeções necessárias para acompanhar o desempenho da frota e detectar antecipadamente qualquer desgaste que a frota possa vir a apresentar.

 

  • Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é muito abrangente e significa um conjunto de ações que visam prevenir a quebra de equipamentos. Está baseada em intervenções programadas definidas pelos fabricantes desses equipamentos. Essa política, em muitos casos, leva ao desperdício, uma vez que não considera a condição real do equipamento.

 

  • Manutenção corretiva

A mais temida das manutenções é também a mais cara. A manutenção corretiva se baseia na troca de componentes ou peças que tenham sofrido algum defeito ou falhas sérias. Como age apenas quando os equipamentos demonstram erros, esse tipo de manutenção pode acarretar parada maior dos equipamentos e alto custo do reparo – o que também provoca perda da produtividade.

 

Manutenção preditiva: redução de custos

Em um trabalho conjunto com o cliente, o foco da manutenção preditiva está sempre na redução de custos e na maior disponibilidade de seu equipamento. As análises que compõem o processo da manutenção preditiva auxiliam a detectar anomalias nos equipamentos, como seu estado de desgaste, além de informar a presença de qualquer substância contaminante em diversos componentes. Desse modo, a manutenção preditiva possibilita que algo seja feito antes que os defeitos se agravem, evitando prejuízos maiores para os gestores.

Esse tipo de manutenção possibilita que ações possam ser tomadas no momento certo, evitando desgaste dos equipamentos ou perda de algum componente importante em decorrência de alguma falha não identificada ou prevenida. Isso ainda proporciona que o maquinário esteja sempre pronto para ser usado e funcionando com total capacidade, para mais produtividade e rendimento, aumentando a confiança nos equipamentos.

 

Análise de óleo: a base da manutenção preditiva

A análise de óleo constitui uma ferramenta essencial da manutenção preditiva, visto que apura informações completas sobre a sua frota, além de detectar tanto a contaminação de componentes quanto o desgaste de peças dos equipamentos; os dados coletados com a análise servem como um guia na tomada de decisões dos gestores. Ela é a única capaz de identificar falhas prematuras e garantir a redução de custo de manutenção de suas máquinas.

Com um diagnóstico preciso com base na análise de óleo, a equipe responsável pela manutenção das máquinas e dos equipamentos da sua empresa pode identificar mais rapidamente e até mesmo antecipar possíveis erros, evitando comprometer o desempenho do serviço ou a qualidade do produto.

Ao apostarem na análise de óleo, as empresas só têm a ganhar em benefícios. Ela auxilia a reduzir custos com manutenção e estoque, bem como evita paradas desnecessárias, aumentando a disponibilidade do maquinário. Além disso, a vida útil dos componentes é ampliada, reduzindo, assim, gastos com material de reposição, trocas de óleo desnecessárias e mão de obra em manutenções não programadas.

Nas minas, são muitas as máquinas necessárias para a lavra: carregadeiras, britadeiras, equipamentos para moagem, perfuratrizes, desmontes, carros e caminhões subterrâneos. Quando um equipamento é parado por manutenção ou troca de componente, todo o processo produtivo mineral fica comprometido. Por isso, as mineradoras devem investir em análise de óleo para identificar de antemão a saúde e a vida útil dos lubrificantes de equipamentos, evitando paradas e gastos excessivos.

Veja, a seguir, estudo de caso completo para mineração.

 

Cases de sucesso: manutenção preditiva e redução de custos em outras indústrias

 

  • Caso de sucesso na mineração: Escavadeira

O cliente procurou a Oilcheck para antecipar problemas futuros no compartimento hidráulico da sua escavadeira. Na análise da Oilcheck, foi encontrada alta contaminação com partículas. Após um período de funcionamento, foi possível garantir um lubrificante com níveis de contaminação aceitáveis, garantindo melhor funcionamento do sistema e contribuindo para a vida útil dos componentes. Um resultado que comprova a eficácia do sistema de filtragem. Confira o estudo de caso completo aqui.

 

  • Caso de sucesso no setor agrícola: Colhedora de algodão

Procurar a Oilcheck foi fundamental para que a empresa conseguisse economizar com a manutenção preditiva do seu equipamento e evitasse dores de cabeça no futuro. Neste caso, o gestor conseguiu evitar um gasto de R$ 78.057,51 na sua colhedora. Confira o estudo de caso completo aqui.

 

  • Caso de sucesso na construção: Carregadeira

O cliente percebeu a importância do monitoramento de fluidos para a economia da manutenção. Com a análise de óleo feita pela Oilcheck, a empresa conseguiu economizar um total de R$ 22.639,98 na manutenção da sua carregadeira. Confira o estudo de caso completo aqui.

 

  • Caso de sucesso marítimo: Propulsor

A análise de óleo, que tem o poder de transformar resultados em redução de custo para os clientes, é uma das ferramentas mais importantes da manutenção preditiva. Neste caso, a empresa de equipamentos marítimos conseguiu evitar um gasto de R$ 39.972,00 no seu propulsor. Confira o estudo de caso completo aqui.

 

Conclusão: prevenção de danos e redução de custos como estratégia de negócio

 Conforme discutimos ao longo deste artigo, agora você conhece mais sobre a importância da manutenção preditiva e da análise de óleo para gerar mais confiabilidade e disponibilidade nos equipamentos. Por meio desses métodos, evitam-se prejuízos ao processo produtivo – sem perdas em componentes ou paradas de máquinas. Tudo isso gerando redução de custos e praticando uma modalidade de manutenção de máquinas com mais inteligência e eficiência.

Só a manutenção preditiva é capaz de antecipar necessidades de intervenção em peças e equipamentos industriais, impedir trocas e descartes desnecessários, evitar parada de equipamentos para reparos e aumentar o tempo de disponibilidade dessas máquinas. Tal manutenção também é a adequada para reduzir custos na planilha da empresa, aumentar o grau de confiança quanto ao desempenho da frota e demais equipamentos, aproveitar ao máximo a vida útil de todos os componentes, dentre outros ganhos. Realizar manutenções regulares pode fazer toda a diferença na produtividade de suas máquinas.

 

Reduza custos com manutenção de máquinas. Fale com a Oilcheck.

Comentários:

Pedro Hernandes | 05 de abril
Olá Denis, possuímos recomendações, porém é sempre necessário verificar o manual do fabricante, seguem: Intervalo de Coleta Industrial

Comentários:

Denis Cassimiro da Silva | 05 de abril
teria um calendário de parada para menutenção das industrias de mineração?

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS