Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Análise de Óleo

A importância da demulsibilidade de óleos lubrificantes

 27 de abril

Demulsibilidade em óleos lubrificantes pode ser definida como a habilidade de um óleo liberar a água. Esta propriedade é de extrema importância quando o equipamento estiver operando em climas úmidos ou em plantas industriais com processos que exigem muita utilização de água tais como a indústria de produção de papel e celulose, a indústria da laminação do aço, indústrias

Demulsibilidade em óleos lubrificantes

possuírem algum grau de higroscopicidade, ou seja, capacidade de absorver água, pareceria natural que a água ficasse retida na massa de alguns tipos de óleo lubrificante aditivado. A água que contamina os óleos lubrificantes pode ser proveniente da atmosfera que penetra nos equipamentos, através dos respiradouros, quando da contração e expansão do volume com a temperatura, oriunda dos jatos de água das mangueiras dos operadores de máquinas etc e deve ser  removida. Porém, em face da demulsibilidade natural dos óleos básicos, e por ser mais densa que a grande maioria dos óleos lubrificantes, a tendência da água é se depositar nos fundos dos reservatórios e cárteres, que se forem grandes o bastante e o fluxo for lento o suficiente, permitirão que a água seja removida por drenagem.

Demulsibilidade em óleos lubrificantes

Quando a demulsibilidade do óleo lubrificante diminui,  em geral, passa a ficar turvo ou a formar espuma e pode haver rápido desgaste das peças em movimento. Se o equipamento operar em ambiente seco ou de umidade controlada a demulsibilidade não será propriedade relevante a ser monitorada. Porém, se o ambiente for úmido ou houver probabilidade de contaminação do óleo lubrificante com água (ex. turbinas a vapor) é fundamental que se monitore a demulsibilidade do óleo lubrificante.

Demulsibilidade em óleos lubrificantes

A importância da demulsibilidade em óleos lubrificantes

Lubrificantes: como tomar as melhores decisões

Obrigado! Você pode fazer o download do E-Book acessando este link.

Havendo disponibilidade de  tempo, poderá ser enviada amostra de óleo lubrificante ao laboratório de análise de óleos lubrificantes para a realização de ensaios específicos para avaliação da demulsibilidade,  tais como o ASTM D 1401-02 ou DIN ISO 6614:2003.

Demulsibilidade em óleos lubrificantes

passa/não passa, pode ser realizado aquecendo-se água limpa e  óleo lubrificante novo à temperatura de 38 C ou o mais próximo possível da temperatura de operação do óleo lubrificante no equipamento. Deve-se misturar completamente partes iguais (ex. 0,5 litro) de água e óleo lubrificante novo em um liquidificador e medir-se o tempo que as partes levam para se separar. Deve-se medir, também, o volume da mistura que não se separa (a emulsão é popularmente denominada “punho de camisa”). O procedimento deve ser repetido com o óleo lubrificante a ser analisado (envelhecido).

Demulsibilidade em óleos lubrificantes

Se o tempo de separação entre água e óleo lubrificante e o volume de emulsão, comparando-se  o óleo lubrificante  usado (envelhecido) e o óleo lubrificante novo, for maior que 20% considere a possibilidade de se efetuar análise em laboratório especializado segundo os métodos ASTM D 1401-02 ou DIN ISO 6614:2003. Se o laudo de análise indicar que a demulsibilidade se mostrou diminuída, então será interessante estudar-se como lidar com o problema, particularmente, se o equipamento operar em ambiente úmido.

Artigo originalmente publicado em: http://portallubes.com.br/2017/05/importancia-demulsibilidade/

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS