Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Análise de Óleo

A evolução dos motores a diesel

 31 de outubro

Algumas das dúvidas mais frequentes sobre a manutenção preditiva dizem respeito às anormalidades referentes ao motor a diesel e ao uso de seus óleos. Dessa forma, a Oilcheck traz neste post um breve panorama sobre a história e a evolução dos motores a diesel no Brasil e no mundo.

Esse tipo de motor foi inventado no final do século19 pelo engenheiro alemão Rudolf Diesel. Com uma tecnologia relativamente simples, mas muito avançada para a época, seu primeiro modelo era de injeção indireta e alimentado por óleos vegetais e até mesmo por óleo de peixe.

 

Evolução dos motores a diesel no Brasil e no mundo

Após a morte de Rudolf Diesel, a indústria do petróleo criou um tipo de óleo que denominou de “óleo diesel”, que passou a ser muito utilizado por seu preço econômico em relação a outros combustíveis. Somada aos baixos custos de seus derivados, a abundância do petróleo no século 20 fez com que os óleos vegetais fossem cada vez menos utilizados.

Contudo, nos anos 1970, houve grande aumento no preço do petróleo por causa de conflitos mundiais, fazendo com que o uso do óleo vegetal em motores a diesel voltasse a ganhar força. Curiosamente, nos anos 1980, houve novo declínio no interesse pelos óleos vegetais, retomado nos anos 1990, graças a pressões ambientalistas e à introdução do conceito de “desenvolvimento sustentável”.

A partir disso, o interesse pelos óleos vegetais se intensificou ainda mais com a chegada do século 21. Com o agravamento de questões como o efeito estufa, guerras, desenvolvimento do setor primário e fixação do homem no campo, eram necessários mais investimentos em pesquisa, produção e divulgação dos óleos vegetais e do biodiesel.

Atualmente, já existem programas de controle da poluição atmosférica e em prol da maior eficiência em motores a diesel, dois dos principais focos em testes da indústria automotiva. Essas iniciativas apresentam grandes melhorias na redução de componentes tóxicos, como o óxido de nitrogênio e de material particulado. Agora, um dos principais desafios é a produção de veículos cada vez mais eficientes em termos de desempenho.

Seguindo a evolução do desempenho e dos poluentes, o conforto para o uso do motor a diesel também foi aprimorado. Recentes pesquisas resultaram em benefícios na redução dos ruídos de funcionamento, nas vibrações em marcha lenta e no seu peso. Os motores a diesel também podem ser enquadrados na classe dos propulsores alternativos, já que, dependendo do desenho e do projeto das suas câmaras de combustão, podem usar praticamente qualquer tipo de óleo combustível.

Destaque também para o advento e a popularização do Common Rail (CR) – sistema comandado eletronicamente que recebe combustível em altíssima pressão, para que haja uma queima próxima da perfeição, tornando o diesel ainda mais econômico e potente. Após esses avanços, os motores a diesel passaram também a equipar automóveis de luxo, o que seria algo impraticável há alguns anos.

No Brasil, o diesel atualmente recebe a adição de 5% de biodiesel, mistura chamada de B5. Outras misturas também foram testadas e até mesmo uma fórmula com 100% de biodiesel já chegou a ser utilizada. O país ainda investe em programas para utilização em ônibus movidos a etanol, que reduzem em até 80% a emissão de gases do efeito estufa, porém, a alternativa exige custos muito elevados.

Dessa forma, o diesel de cana-de-açúcar tem se mostrado uma alternativa viável para o combustível renovável. Essa opção tem um processo de produção similar à do etanol; a diferença está no uso de bactérias geneticamente alteradas, que produzem um óleo muito similar ao diesel.

 

Conclusão

Sabendo um pouco mais da história do motor a diesel no Brasil e no mundo, você também conhece melhor o maquinário de sua empresa. Para a garantia de alta produtividade e prolongamento da vida útil, é necessário um acompanhamento rigoroso e a manutenção do motor a diesel, assim como a dos demais equipamentos.

 

Cuide do seu motor a diesel com a manutenção preditiva da Oilcheck. Entre em contato conosco.

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS