Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo. Fale com um especialista

Análise de Óleo

5 benefícios da análise de óleo

 03 de agosto

A grande maioria das empresas com perfil operacional deve saber da importância e benefícios da análise de óleo. E dos trabalhos de manutenção para o sucesso de suas operações. Somente com uma rigorosa e permanente política de manutenção de máquinas e equipamentos é possível assegurar maior disponibilidade operacional e plena produtividade de toda a cadeia.

Nesse contexto ganha especial importância a manutenção preditiva. Essa modalidade de acompanhamento preconiza o monitoramento de indicadores dos equipamentos e seus componentes a fim de se prever possíveis falhas antes que elas ocorram e onerem as empresas com os altos custos das manutenções corretivas e paradas, como vamos explicar mais detalhadamente neste post. Uma das mais importantes ferramentas de monitoramento da manutenção preditiva é a análise de óleo.

Esse tipo de verificação permite fazer uma série de avaliações laboratoriais dos lubrificantes empregados nos equipamentos. A análise de óleo identifica a presença de partículas em suspensão provenientes do desgaste natural dos componentes das máquinas. Além disso, a ferramenta aponta outros tipos de contaminação, como por água, combustível e outras. Confira abaixo as vantagens que o emprego de um programa sistemático de análise de óleo pode trazer para as operações de sua empresa e para o seu negócio como um todo.

Benefícios da análise de óleo

Entre os maiores ganhos trazidos pela análise de óleo, podemos listar aqueles que são mais evidentes:

  • Antecipação de riscos
  • Redução de custos com manutenção
  • Evita paradas desnecessárias
  • Controla o desgaste
  • Aumento da vida útil

Se a análise de óleo consegue identificar contaminantes presentes nos lubrificantes dos equipamentos – partículas provenientes de desgaste, água, combustível e outros –, isso significa que é possível orientar ações para sanar a origem dessas contaminações. O desgaste ao longo do tempo e mesmo a contaminação por outros elementos é natural ao processo operacional das máquinas, mas somente de posse dos indicadores da análise de óleo pode-se antecipar os riscos de futuras falhas mais graves nos equipamentos. As ações preditivas orientadas a partir dos dados fornecidos pela análise de óleo são realizadas a custos muitos menores se comparados aos de manutenções corretivas.

Além disso, quando há falhas nos equipamentos, são necessárias paradas para manutenção ou até mesmo troca de componentes. Esse tipo de manutenção é a mais cara dentre todas as modalidades de reparo, além disso, a parada de equipamentos pode significar a interrupção de todo o processo operacional e um impacto na produtividade da empresa. A análise de óleo, portanto, evita paradas desnecessárias dos equipamentos e de todo o processo de produção.

Outra vantagem desse tipo de verificação é que a análise constante de óleo e a identificação de partículas em suspensão podem orientar ações mais assertivas e precoces de manutenção. Isso significa um controle muito maior do desgaste dos equipamentos, o que se reflete diretamente no prolongamento de sua vida útil.

5 benefícios da análise de óleo

Prejuízos que podem ocorrer sem a análise

A ausência de uma política consolidada de manutenção preditiva e análise de óleo faz com que os equipamentos que compõem a cadeia operacional produtiva estejam expostos a falhas muito mais graves, resultado de desgastes negligenciados. Parados para manutenções corretivas – as mais caras que existem. Esses equipamentos afetam a produtividade de toda a cadeia operacional, além de gerarem custos com novas peças e componentes.

Análise de óleo: um caso de sucesso

Uma das máquinas mais importantes para o setor agrícola é o trator, utilizado para múltiplas funções no campo. Em um caso atendido pela ALS. A análise de óleo foi empregada num trator e indicou alta concentração de partículas de ferro, cobre, chumbo. Além de contaminação externa por silício no lubrificante e um desgaste anormal da transmissão.

Essas informações serviram de base para orientar ações e inspeções pontuais. Como a checagem da dificuldade na troca de marchas, de danos nas vedações e indícios de vazamentos. As inspeções confirmaram o desgaste acentuado no sistema de transmissão. Mas que demandava apenas a substituição de um parafuso, ação que normalizou o estado do óleo. A troca do parafuso foi realizada a um custo de apenas R$ 8. Se o problema evoluísse para falhas maiores, poderia gerar custos de cerca de R$ 13 mil.

Conclusão

Como uma das principais ferramentas de manutenção preditiva. A análise de óleo é capaz de monitorar os níveis de desgaste dos equipamentos. E a presença de contaminantes de ordem diversa. De posse desses dados, podem ser orientadas ações pontuais para resolver os problemas. Evitando falhas maiores e mais onerosas para as empresas como manutenções corretivas, substituição de componentes e paradas operacionais.

Saiba mais sobre benefícios da análise de óleo e sobre como sua empresa pode se beneficiar da manutenção preditiva. Converse com um especialista ALS

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças O que significa o S10 para óleo diesel? As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal As cinco funções básicas do óleo lubrificante Motor a diesel: você conhece suas principais partes?

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS