Tudo para você melhorar a performance dos seus equipamentos e evitar manutenções de alto custo.

Análise de Óleo

5 sinais de que você precisa de uma análise de óleo lubrificante hoje

 30 de novembro
A análise de óleo lubrificante é uma das mais importantes ferramentas de monitoramento da manutenção preditiva. Ela permite fazer uma série de avaliações laboratoriais dos lubrificantes empregados nos equipamentos, além de identificar a presença de partículas em suspensão, provenientes do desgaste natural dos componentes das máquinas.Ademais, essa ferramenta aponta outros tipos de contaminação, como por água, combustível, dentre outros. Os principais benefícios que ela confere às máquinas de sua empresa são:
  • Antecipação de riscos
  • Contribuição para a tomada de decisões
  • Redução de custos com manutenção
  • Evitação de paradas desnecessárias
  • Controle de desgaste
  • Aumento da vida útil
  • Padronização das "famílias de óleos" utilizados
Confira abaixo 5 sinais de que você precisa urgentemente de uma análise de óleo lubrificante!

1 - Você não tem certeza do que está causando problemas

Se você não está certo do que tem causado problema nas suas máquinas, comece a investigar, por meio da análise de óleo lubrificante, naquele sistema em particular.Por exemplo: talvez sua máquina estivesse propensa a superaquecimento durante os últimos 6 meses e você não conseguiu descobrir o porquê. Esse problema, no entanto, poderia ser um simples sinal de que você usou o lubrificante inadequado ou errou em sua dosagem.Checando se você está empregando os óleos lubrificantes certos para aquele sistema, seguindo corretamente os procedimentos e os intervalos de tempo para a troca do óleo e fazendo a análise de óleo para a detecção dos problemas o quanto antes, você pode evitar muitos prejuízos e aumentar o rendimento.

2 - Você está repondo mais peças do que deveria

Nos últimos seis anos, suponhamos que você teve de trocar duas bombas que deveriam ter durado oito anos cada uma. Pense no prejuízo que isso gera!Como 43% das falhas em máquinas são atribuídas à lubrificação inapropriada, já está mais do que na hora de prestar atenção a esse quesito, a fim de evitar casos hipotéticos como o descrito acima.Um análise de óleo pode ajudá-lo a determinar o que pode estar causando as trocas excessivas em seus equipamentos e consequentemente fazer com que seu maquinário tenha vida mais longa.Confira 3 dicas para otimizar o seu planejamento de análise de óleo!

3 - Manuseio equivocado tem acontecido

Se você observou alguma situação em que algum de seus funcionários manuseou o óleo de maneira incorreta, você sabe que é hora de rever as técnicas de manuseio empregadas.As chances de não ser só um problema pontual são grandes. Isso decorre principalmente se você não seguiu corretamente as instruções.Não hesite, portanto, em fazer uma análise de óleo para detectar quais os principais problemas e, a partir de então, transmitir as instruções aos funcionários com o objetivo de que os resultados sejam potencializados.

4 - Técnicos não sabem dizer se aquele óleo é o melhor para a máquina

Outro tópico que se relaciona bastante com o anterior diz respeito à preparação dos técnicos de sua empresa.Preste bem atenção: se seus técnicos não souberem dizer qual óleo é o melhor para cada sistema em particular, isso é um sinal de que esses trabalhadores não são instruídos o suficiente sobre a análise dos óleos.Eles necessitam, portanto, de treinamento adicional para que os resultados obtidos através das máquinas sejam os melhores possíveis.Nesse contexto, a análise de óleo feita por profissionais preparados (e que possam ensinar seus técnicos) é de suma importância.

5 - Colaboradores têm dúvidas e não sabem como esclarecê-las

Por fim, se seus colaboradores têm dúvidas sobre o emprego dos óleos lubrificantes nas máquinas, eles dificilmente vão esclarecê-las sozinhos.Dessa forma, e conforme apontado acima, a execução da análise de óleo por meio de profissionais capacitados é de grande importância para que, além do diagnóstico momentâneo de seu equipamento, a empresa mantenha um tratamento adequado em relação ao óleo lubrificante no futuro.Isso envolve preferencialmente nomear algum de seus funcionários para ser o responsável por assuntos que digam respeito diretamente à lubrificação. Assim, ele pode se especializar no assunto e melhorar seus resultados significativamente.Saiba aqui o que fazer quando seu relatório de análise de óleo está concluído!Por tudo que vimos aqui, a análise de óleo lubrificante é uma das principais técnicas da manutenção preditiva e a opção mais viável para que você extraia os melhores resultados de seus equipamentos. Além disso, ela pode resolver os problemas antes mesmo que eles aconteçam, já que também detecta riscos em potencial.Se você constatou que precisa de uma análise de óleo lubrificante, entre em contato conosco!
Artigo escrito por Manutenção Preditiva
Editor do manutencaopreditiva.com

Posts

Mais lidos

Manutenção Preventiva x Manutenção Preditiva: Saiba a Diferença Quais os objetivos da manutenção preditiva? Análise de óleo: tudo o que você precisa saber sobre o assunto. As falhas mais comuns ligadas à lubrificação de motores Descubra o que é MTTR e MTBF e quais são suas diferenças Saiba qual é o Planejamento e Controle da Manutenção ideal Manutenção Preventiva versus Manutenção Preditiva Manutenção preditiva: tudo o que você precisa saber sobre o assunto Motor a diesel: você conhece suas principais partes? Saiba mais sobre os tipos de análise de óleo

Material

Gratuito

Gostou do que leu? Deixe um comentário!

Receba as atualizações e novidades do Blog

Thank you! Your submission has been received!

Oops! Something went wrong while submitting the form :(

Nossos Parceiros
ASSINE A NEWSLETTER DO BLOG
MANUTENÇÃO PREDITIVA
E SAIBA TUDO PARA MELHORAR
A PERFORMANCE DOS SEUS EQUIPAMENTOS